sábado, 9 de março de 2019

FOTOGRAFIAS DE VIAGEM - LIMA/PERU


LIMA

Cidade plana, muito limpa e ajardinada (pelo menos nos bairros centrais, por onde andei), grande - em torno de seis milhões de habitantes -, muito horizontal (relativamente poucos edifícios muito altos, comparando com as capitais brasileiras), trânsito meio barulhento (muitas buzinas, mas não vi nenhum acidente), muitos táxis a preços bem acessíveis (tem que combinar o preço antes, com o motorista),  povo muito simpático e hospitaleiro.


Cenário Urbano


Edifício no centro histórico, balcões de madeira





Grafite em um estabelecimento comercial




























Lima tem também uma rica cena cultural, com museus de arte pré-colombina, assim como de Arte Moderna e Contemporânea


Museo Larco - Arte Pré-Colombiana 





Huaca - ruína de uma Pirâmide, feita em argila, no centro de Lima




Ateliê do renomado artista peruano Victo Delfín, em Lima






Exposição retrospectiva da Arte Conceitual de Yoko Ono, em Lima/2019









Casa de la Literatura Peruana





Exposição de arte e tecnologia do artista suíço Simoun no Centro Cultural da Telefónica em 2019




O Oceano Pacífico - vista do Malecón (avenida a beira-mar)









domingo, 3 de fevereiro de 2019

A LABUTA CONTINUA...
 novas gravuras, as primeiras de 2019



Gravura em matriz de paviflex, trabalhada a buril e goivas





 impressão em côncavo

impressão em relevo


impressão a cores (matriz perdida)


terça-feira, 11 de dezembro de 2018

MUSEU AFRO BRASIL



O Museu Afro Brasil de São Paulo é um museu impar. Visitei-o a semana passada e fiquei impressionado com a sua qualidade e a riqueza de seu acervo. Tem um acervo belíssimo, composto de milhares de peças e documentos de valor histórico e etnológico, obras de arte – pinturas, gravuras, esculturas, fotografias. Têm peças de artesanato e objetos de cultos religiosos, máscaras, adereços, instrumentos musicais, ferramentas, vestimentas, objetos de trabalho e de uso doméstico, peças tanto da cultura africana e afro-brasileira da época da escravatura, quanto contemporânea.
Destaca, ainda, com nomes e fotos, centenas de personalidades negras que contribuíram fundamentalmente com a cultura e a sociedade brasileira nas mais diversas áreas, música, artes plásticas, dança, literatura, romance e poesia, teatro, cinema, arte popular, folclore, esportes em geral, particularmente, mas não somente, o futebol, e ciências.
O museu também oferece diversas atividades culturais e didáticas, exposições temporárias, conta com um teatro e uma biblioteca especializada.
O Museu Afro Brasil (idealizado Por Emanoel Araújo, artista plástico negro brasileiro) 
fica na Av. Pedro Álvares Cabral, no Parque Ibirapuera, Portão 10, São Paulo. 
Merece uma visita. Eu diria mais, acho que é uma obrigação conhecê-lo, para quem se interessa conhecer mais sobre nossas raízes e nossa realidade brasileira.






















Marcelo D'Salete - desenhista de quadrinhos negro brasileiro  com vários lançamentos de livros recentes









 Mestre Didi

 Mestre Didi

Mestre Didi